Construção de novas cisternas no semiárido


Cinquenta milhões de reais serão disponibilizados para a construção de 12.978 cisternas no Semiárido. O anúncio foi feito em um evento nesta quinta-feira (2), em Salvador (BA). Os recursos serão provenientes da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (Aecid) e do governo brasileiro, com o apoio do Instituto Ambiental Brasil Sustentável. O investimento garante a implantação de 11.165 cisternas domiciliares, 1.080 cisternas para a produção de alimentos e 733 cisternas em escolas públicas.
No evento, também foi anunciado a assinatura do Termo de Parceria com a Articulação no Semiárido (ASA), reeditando a parceria que vem sendo conduzida desde 2003. O investimento de R$ 26 milhões viabilizará a construção de mais 2.014 cisternas calçadão, 78 barragens subterrâneas e 78 tanques de pedra – todas tecnologias sociais voltadas para a produção de alimentos.
Entre os projetos do Ministério do Desenvolvimento Social para a região está O Prêmio Mandacaru – Projetos e Práticas Inovadoras em Acesso à Água e Convivência com o Semiárido. O objetivo é de promover a produção científico-tecnológica e o desenvolvimento de práticas inovadoras e de sucesso na convivência solidária e sustentável na região. Os finalistas serão premiados com recursos de R$ 5 mil a R$ 150 mil para o desenvolvimento dos projetos e replicação de experiências bem-sucedidas.
Além disso, um curso de educação à distância de formação e aperfeiçoamento em gestão pública, acesso à água e convivência com o semiárido será oferecido. Com isso o MDS pretende qualificar 800 gestores públicos e lideranças sociais. O curso será de abril a novembro de 2011. A capacitação será oferecida em parceria com a Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Fonte: Paralelo10
Share on Google Plus

About Eginoaldo Oliveira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

Breaking News