Igreja Luterana O Bom Pastor de Gonçalves Júniorcomemora 100 anos

Irati – No domingo (17), a Igreja Luterana O Bom Pastor de Gonçalves Júnior comemorou o seu centenário com uma grande festa na comunidade. A igreja foi fundada por alemães e holandeses, no dia 24 de abril de 1911.
A história da igreja está relacionada com a do Distrito de Gonçalves Júnior. “Conhecer um pouco desta história nos impõe uma valorização daqueles que lutaram e almejaram melhores condições de vida para si e sua família.
Gonçalves Júnior, assim como todas as colônias de imigrantes, nasceu do sonho de uma vida melhor”, afirma o pastor Célio Seidel.
Um pouco da história
Em 1908, num processo de reor-ganização de Colônias, o Governo Federal fundou em Irati a Colônia Gonçalves Júnior e a Colônia Xavier da Silva (mais tarde Itapará). A partir do impulso inicial, diversas áreas foram abertas e transformadas em colônias, recebendo imigrantes europeus.
Nos registros históricos de Manoel Gracia, da Casa do Povo, o primeiro Armazém da Colônia Gonçalves Júnior, foi encontrado o registro da presença de imigrantes alemães e holandeses a partir do mês de agosto de 1908.
As famílias chegaram a Irati no dia 12 de novembro de 1908 e foram alojadas em um grande barracão nas proximidades da estação ferroviária, permanecendo ali de sete a oito semanas, até que as terras fossem demarcadas e as casas concluídas. Registros mostram que em fevereiro de 1909 já havia na Colônia 538 pessoas e, um mês depois, 688 pessoas. Já em setembro a população somava 1.182 habitantes.
Apesar do aumento considerável do número de colonos, os anos de 1909 e, especialmente, 1910 foram difíceis. O secretário de Estado dos Negócios de Obras Públicas e Colonização, Claudino R. F. dos Santos, descreve em seu relatório anual de 1910 a situação adversa enfrentada pelos colonos. “A cobrança da dívida colonial … tem decrescido devido aos grandes prejuízos que tem pesado ultimamente sobre os colonos, advindos já das pragas de gafanhotos e ratos, já das lagartas, e já finalmente das inundações, o que tudo tem concorrido para a destruição da lavoura, colheitas e plantações…”. Em outro trecho de seu relatório, aponta para os temporais que assolaram o Estado do Paraná na noite de 30 de Setembro e de 09 de Dezembro de 1910, resultando em muitos estragos e prejuízos.
Diante de tamanhas dificuldades, muitas pessoas adoeceram e faleceram. Outros retornaram para seus países. Alguns buscaram melhores condições de sobre-vivência em outras regiões. Contudo, muitos também permaneceram e se organizaram para melhorar suas condições. Dentre estes que permaneceram, um grupo se reuniu, preocupado com a educação dos filhos e com a vida religiosa e fundaram, no dia 24 de abril de 1911, a Igreja Evangélica Luterana O Bom Pastor. Através do empenho do diretor da Colônia, Virgílio dos Santos, o Governo Federal doou uma fração de terras à comunidade para a construção de uma igreja e uma escola.
No dia 30 de Setembro de 1912, com a presença do diretor da Colônia, do pastor Otto Kuhr, da diretoria da Comunidade composta por Theophil Ducat (presidente), Carlos Berger Sen. (secretário) e Wilhelm Buchholz (tesoureiro), foi realizada a cerimônia de lançamento da pedra fundamental.
Texto e fotos: Assessoria de comunicação da Prefeitura de Irati/Hoje Centro Sul
Share on Google Plus

About Eginoaldo Oliveira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

Breaking News