'Marcha para Jesus' nas ruas de Belém

Centenas de fiéis participaram, na tarde do último sábado, em Belém, da “Marcha para Jesus”, evento que congrega fiéis de todas as igrejas evangélicas da capital e região metropolitana. A caminhada saiu do início da avenida Presidente Vargas e terminou na Praça do Operário, em São Brás.

Durante a Marcha, os evangélicos entoavam cânticos e congregavam os simpatizantes da religião. O movimento foi organizado pela Associação dos Pastores e Ministros Evangélicos do Brasil.

Este ano a procissão passou pelas avenidas Presidente Vargas, Nazaré e Magalhães Barata, até São Brás. Durante a caminhada, os participantes fizeram momentos de orações pela educação na frente da Casa da Linguagem; pela saúde na frente do Hospital Ophir Loyola e pela segurança na frente da Seccional de São Brás.

O grupo também aproveitou para pedir bênçãos ao poder público em frente à Companhia de Desenvolvimento e Administração da Área Metropolitana de Belém (Codem), na avenida Nazaré.

BÊNÇÃOS

Segundo o pastor Jerônymo Filho, “a Marcha acontece justamente para pedir bênçãos para toda a população de Belém”. Durante o percurso, vários momentos de oração e músicas de louvor. A prefeitura da capital organizou o trânsito e garantiu a segurança dos participantes, por meio de equipes da Companhia de Transportes de Belém (CTBel) e da Guarda Municipal.

O secretário municipal de Governo, Ivan Santos, esteve junto com funcionários do município na Codem, de onde acompanharam o evento. Ivan, representando o prefeito Duciomar Costa, disse que apoiar eventos como a “Marcha para Jesus” é colaborar com o trabalho que as igrejas realizam na sociedade. (Com informações do DOL e da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Belém). 

Trabalho social que cresce a cada ano

A meta parecia ambiciosa logo no início. Arrecadar meia tonelada de alimentos como parte da programação de celebração do Centenário da Assembleia de Deus. A meta há muito foi superada. Já são 700 quilos de alimentos arrecadados até agora, coordenados pela Missão Contra a Fome, um braço social forte da igreja.

“Arrecadamos muito mais do que o objetivo e já distribuímos para as famílias carentes do projeto. Poder levar alegria para uma família necessitada é gratificante. Trabalhar para um irmão que precisa, e poder ajudar, é muito bom”, declara o coordenador do projeto, Francisco Fernandes.

O trabalho social começou de forma incipiente ainda no início dos anos 90. Antes eram cerca de 50 cestas básicas distribuídas a famílias pobres. Atualmente mais de três mil famílias são beneficiadas a cada mês. Foi em 1997 que o trabalho voluntário de assistência social foi denominado como Missão Contra Fome.

A ideia é simples. Durante uma semana, a cada mês, os templos da Assembleia de Deus espalhados pela capital paraense arrecadam centenas de alimentos não perecíveis para distribuir entre as famílias necessitadas. A expectativa da Missão Contra a Fome é fazer com que o projeto se estenda para novas áreas ainda este ano. “Hoje, atendemos famílias carentes, uma creche e um centro de recuperação de dependentes, mas a intenção é levar para outros lugares este ano”, diz Fernandes.

Os alimentos são doados para famílias carentes e, apesar do donativo ser o principal item levado pelas pessoas, dependendo da necessidade de cada família, a Missão Contra a Fome pode atender também outras demandas. “A iniciativa visa combater a fome, mas não podemos fechar os olhos diante das necessidades das pessoas. Se a família tem um doente, levamos um remédio. Já chegamos a fazer doação de madeira também”, diz o coordenador. 
Fonte: Diário do pará
Share on Google Plus

About Eginoaldo Oliveira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

Breaking News