Igreja Universal injetou R$ 482 milhões na Record em 2010

Com compra de seis horas diárias de programação, igreja foi a responsável por 25% do faturamento da emissora.

Levantamento feito a partir do cruzamento de dados do balanço anual da TV Record com informações do mercado publicitário apontam que a Igreja Universal injetou R$ 482 milhões na emissora no ano passado.

No total, a emissora faturou R$ 1,9 bilhão. A igreja foi responsável por cerca de 25% da receita da TV.

Esse dinheiro se refere à compra, por parte da Universal, de seis horas diárias da programação na Record.

A Universal também compra duas horas por dia na TV Gazeta, em horário nobre. Na Gazeta, a estimativa é que isso custe, no máximo, R$ 2 milhões mensais.



Procurada, a Record não quis se manifestar.

Não há irregularidade na compra de horários de TVs por terceiros. Outras igrejas loteiam horários na RedeTV!, Gazeta e Band. A legislação prevê que somente 25% da programação pode ser dedicada à publicidade.

O balanço foi publicado no último dia 31 de maio no "Diário Oficial Empresarial". Apesar do grande faturamento e das injeções de recursos, a emissora fechou o ano passado com prejuízo de R$ 1,7 milhão.

O resultado se refere apenas às emissoras próprias da rede, e não inclui afiliadas.

O levantamento foi feito a pedido da reportagem por três especialistas deste mercado. Eles não quiseram ser identificados, pois ainda atuam no ramo de publicidade na TV aberta.

Primeiro, foram obtidos os gastos reais de agências de publicidade e anunciantes com a TV Record durante os 12 meses de 2010.

Os dados foram calculados já com o chamado "desconto" que as TVs costumam dar a seus anunciantes, e não pelo preço da tabela cheia.
A seguir, foi feito o cruzamento desses dados com o balanço, já que ele não revela qual o real montante que a Universal paga à Record.

No "Diário Oficial", a Record informa apenas que conta com parcerias e clientes que lhe fornecem uma receita mensal fixa, mas não as identifica, não dá detalhes e tampouco valores.

Para comparação, o valor pago pela Universal à Record em 2010 equivale a aproximadamente todo o faturamento anual da RedeTV!.

Desde 2005, quando lançou o plano-slogan A Caminho da Liderança (que pretendia levar o canal à liderança de audiência da TV aberta em dez anos), a Record passou a receber grandes injeções da Universal.

Em 2005, a igreja pagava cerca de R$ 20 milhões mensais pelos horários nas madrugadas. Esse valor dobrou em cinco anos.

No mesmo ano, a Record começou a investir no segundo maior complexo de dramaturgia do Brasil, o Recnov, localizado no Rio, só atrás do Projac, da Globo.



Fonte: Folha Gospel
Share on Google Plus

About Eginoaldo Oliveira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

Breaking News