Irlanda do Norte tem segunda noite de violência religiosa

Fotógrafo foi baleado e outras duas pessoas ficaram feridas

Irlanda do Norte tem segunda noite de violência religiosa
Um fotógrafo foi baleado e duas outras pessoas ficaram feridas quando tumultos estouraram entre protestantes e católicos em Belfast, na Irlanda do Norte, na segunda noite consecutiva de confrontos.

A polícia disse que cerca de 700 pessoas atiraram fogos de artifício, bombas de gasolina e outros projéteis na área Newtonards, uma noite depois que duas pessoas foram baleadas, no que os políticos têm descrito como a pior onda de violência do tipo na área há uma década.

O fotógrafo foi baleado na perna por um pistoleiro num local à margem dos confrontos, disseram testemunhas à agência de notícias Reuters, e, em uma medida incomum, a polícia pediu a todos os jornalistas e equipes de câmera para ficarem longe da área "para sua própria segurança."


Os dois homens que ficaram feridos estavam com queimaduras, informou a polícia.

A polícia, que havia trazido reforços para a área, respondeu disparando granadas de efeito moral pela segunda noite consecutiva. Cerca de 500 pessoas, muitos deles jovens com os rostos cobertos, brigaram na área Strand Short, um enclave de casas Católica no lado predominantemente protestante a leste da cidade, na noite anterior, quando tiros foram disparados por ambos os lados.

A violência vem no início da temporada de marcha da Irlanda do Norte, um tempo de paradas anuais pelos protestantes, que provocou protestos violentos de católicos no passado.

A polícia culpou os membros da Força de Voluntários do Ulster (UVF), um dos mais mortais grupos paramilitares pró-britânicos do passado sangrento da Irlanda do Norte, por iniciar a primeira noite de desordem.

Fonte: Cpad News
Share on Google Plus

About Eginoaldo Oliveira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

Breaking News