BBB12: Daniel Echaniz, participante expulso do Big Brother Brasil por suspeita de estupro seria evangélico


BBB12: Daniel Echaniz, participante expulso do Big Brother Brasil por suspeita de estupro seria evangélico
O participante do BBB12 Daniel Echaniz foi eliminado do programa pois a direção julgou seu comportamento inadequado, quando após uma festa, deitou-se com a colega Monique Amim e protagonizou ao lado dela, cenas de intimidade sexual.
Daniel então passou a ser suspeito de estupro, pois Monique, que havia bebido em excesso durante a festa, aparentemente estava inconsciente durante as cenas flagradas pelas câmeras do programa. Em depoimento à Polícia, Monique afirmou estar consciente e disse que todo o ato foi consentido, versão igual à do depoimento prestado por Daniel.Porém uma informação extraída do Facebook traz um novo ingrediente à confusão: o modelo Daniel Echaniz seria evangélico e frequentador da Zion Church, mesma igreja da apresentadora Monique Evans. A informação foi divulgada pelo blog “Cleycianne” e na imagem colocada para mostrar a autenticidade da notícia, aparecem comentários de outros membros da igreja: “Mais um membro da Zion em reality, que coisa, nem estava sabendo”, afirma um dos internautas, referindo-se à participação de Monique Evans no programa “A Fazenda”, da TV Record.
Os comentários posteriores demonstram a felicidade dos internautas pela participação do modelo no programa: “Aí sim, mais um para levar o nome de Jesus. Vamos torcer!”, afirmou um dos participantes da conversa.
Em um outro comentário, surge uma nova informação: “A namorada dele estava Domingo na igreja”. A ex-namorada de Daniel, a também modelo Mônica Silva, com quem Daniel rompeu um relacionamento de quatro anos antes de entrar no programa, afirmou acreditar na inocência dele: “Tenho certeza de que ele não fez nada. Daniel nunca faltou ao respeito comigo. Ele tem muito caráter. Terminamos um pouco antes de ele entrar no programa. Concordamos que seria melhor ele entrar solteiro. Quando saísse, a gente veria se dava para ficar junto de novo”, afirmou a modelo em entrevista ao site Ego.
A suspeita de que a repercussão do affair entre Daniel e Monique tenha sido tão grande por causa de sua cor de pele, foi levantada pela ex-namorada: “Fiquei muito triste com essa história toda. Ele é maravilhoso. É uma pessoa que tem muita luz e isso incomoda os outros. Ele foi bem injustiçado. Já houve outros romances embaixo do edredom no programa e ninguém falou nada… Não sei se é por ele ser negro”.
Racismo também é uma hipótese levantada pela mãe do modelo, Maria Aparecida Rodriguez Echaniz: “Estou nervosa e indignada. Penso que o Daniel está sendo vítima de racismo, porque já houve isso antes e não deu essa repercussão toda. Pretendo visitá-lo hoje para dar um abraço apertado nele. Ele é um ótimo filho e nunca me deu problema. Só foi ingênuo”, afirmou.
Maria Aparecida também demonstrou preocupação com a sequência da carreira do rapaz: “Isso vai acabar prejudicando a carreira dele e o pior é que ele não tinha necessidade de estar nisso. Não mandou fita, não se inscreveu… Foi abordado na rua e entrou só para me ajudar a pagar a faculdade de irmã. Mas, pelo passado dele, acredito que quem o conhece e confia no seu trabalho, vai continuar a chamá-lo”.
Em nota, a Central Globo de Comunicação divulgou nota afirmando que “o comportamento do participante foi inadequado, o que impede seu retorno à casa”.
Fonte: Gospel+
Share on Google Plus

About Eginoaldo Oliveira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

Breaking News