Filho de pastor é atropelado em frente à igreja e motorista foge sem prestar socorro

O pastor Cláudio Delmondes, 48 anos, disse que seu filho Daniel Bronne Delmondes, de 11 anos, foi arremessado a uma distância de dez metros por um veículo Palio da cor Prata, na noite de ontem (26), por volta das 21h30 na rua Dos Topógrafos esquina com a rua Cotia no bairro Jardim Mário Covas em Campo Grande. O motorista do veículo fugiu do local sem prestar socorro à vítima.

O pai da criança Cláudio faz um apelo para o motorista do veículo se identificar e comparecer à delegacia. “ Aqui em Campo grande tem tanta campanha educativa de Paz no Trânsito, de Pedestre eu Cuido e até agora não entendo porque fazer isso com o meu filho".

Daniel estava na Igreja Evangélica Pentecostal Brasas Vivas quando pediu para tomar água, ir no banheiro e depois iria para a sala das crianças. “ Quando escutei um barulho de pancada de veículos. Olhei e percebi o meu filho caído na pista. O carro subiu na calçada e o meu filho correu, mas devido a batida ele foi parar dez metros distante da calçada. Várias pessoas me disseram que o condutor do veículo tinha jogado o carro em cima de outra pessoa que estava entre a calçada e a pista. A vítima acabou sendo o meu menino”, conta.

O garoto foi encaminhado pelo Corpo de Bombeiros para a Santa Casa e está internado no setor de emergência da Pediatria. Conforme a assessoria de imprensa do hospital, ele não corre risco de perder a vida. Ainda nervoso e triste com a situação, Cláudio lembra que dentro do veículo tinha quatro homens e um deles estava com uma garrafa de bebida alcoólica nas mãos. Um homem que faz parte da igreja anotou a placa do Palio e entregou para a polícia.

A Polícia Militar de Trânsito informou para o pai da criança que pela aquela placa o proprietário do veículo mora no bairro Tiradentes, e até agora não ficou claro o nome do condutor do veículo. “O meu filho toca bateria, frequenta sempre a igreja, gosta de falar bastante e agora está todo machucado. Está com três dentes quebrados, uma perna quebrada e parte da cabeça está machucada. Ele fez uma cirurgia na cabeça e vai fazer outra cirurgia na perna direita que também está quebrada. O meu menino está falando pouquinho e disse que o carro queria atingir outra pessoa que estava na rua e correu quando o carro veio para a direção dele, mas acabou sendo atingido pelo veículo. É só isso que ele fala por causa da boca machucada”, conta o pai com a voz embargada.

Fonte: Capital news
Share on Google Plus

About Eginoaldo Oliveira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

Breaking News