Grupo evangélico realiza trabalho social no Sambódromo de Manaus

Levar a palavra de Deus aos transgressores da folia. Esse é o papel da ‘Rede Educativa’, grupo de fiéis da igreja Assembleia de Deus que participa de uma ação conjunta com a Polícia Militar durante o desfile das escolas de samba do Grupo Especial. De acordo com Fredson Taveira, um dos membros, a atividade consiste em abordar os foliões detidos e estabelecer um diálogo com intuito de amenizar o constrangimento.
Até 1h da madrugada de domingo (19), 14 pessoas haviam passado pela triagem da Rede. “Ontem (sexta), durante o desfile dos grupos A e B, foi tranquilo, com apenas duas pessoas. Mas apesar do número de hoje, o movimento está bem mais tranquilo que o de anos anteriores”, informou, ao ressaltar que o grupo conta com um efetivo de 16 pessoas.

Princípios

Parceira de Fredson, Lila Silva ressaltou que o papel da ‘Rede Educativa’ não é de parar a folia, mas incentivar a diversão saudável. “A palavra de Deus prega o livre arbítrio, ou seja, não viemos aqui para impedir o carnaval. Não vamos empurrar os ensinamentos goela abaixo”, disse. “Queremos que a diversão seja segura para todos, do adulto à criança”, finalizou.

Fonte: D24am
Share on Google Plus

About Eginoaldo Oliveira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

Breaking News