O duelo entre Valdemiro versos Macedo expôs o mercado da Fé no Brasil

Por Sebastian Ramos

Tratar sobre religião sempre foi um tema muito delicado, a concepção da maioria das pessoas antigamente era de que não se discute três coisas: futebol, política e religião, porque termina em confusão. E hoje? Bem, a política até que não se discute devido à total descrença nos políticos. Já o futebol discutimos. E a religião? Nunca se discutiu tanto sobre esse assunto como na atualidade, devido às atrocidades, a intolerância e mais precisamente o crescimento do mercado da fé que se pratica em nome de Deus ou da religião. Discutir religião, agora, se tornou mais que uma necessidade, pois vidas estão em jogo. Nem se quiséssemos, poderíamos fugir do debate, pelo fato da mídia nos estimular.

As acusações do líder da Igreja Universal do Reino de Deus contra o “Apóstolo Valdemiro Santiago” da Igreja Mundial do Poder de Deus expõe todo o aglomerado de religião. Uma reportagem da Rede Record denunciou que o Valdomiro comprou três fazendas em Mato Grosso, bem como centenas de cabeça de gado, tudo isso com o dinheiro doado pelos fiéis, importando num valor de R$ 50 milhões de reais. O “apóstolo” se defende das acusações e convocaa Rede Record e o bispo Edir Macedo a abriremsuas contas perante o público para ver se ele teria coragem de falar com que dinheiro comprou a TV Record. Num momento em que as estatísticas revelam perda de receitas da Igreja de Macedo, ele ataca seu rival. Em um programa de TV foi mostrado uma mulher incorporada “supostamente,” com um demônio afirmando que todos os milagres que ocorrem na igreja de Valdemiro eram propiciados por ele.

O duelo Macedo x Valdemiro foi importante para se abrir uma discussão mais ampla sobre o papel que a religião exerce em nossas vidas. Algumas pessoas acham que tais escândalos proporcionam um desserviço ao evangelho de Cristo e que poderá atingir outras igrejas: “Ao Valdemiro e o Macedo, pelo amor de Deus, parem com essas trocas de acusações, isso não trará nenhum tipo de benefício a vocês dois, pelo contrário, o que poderá vir será grandes tragédias, além de denegrir perante o mundo incrédulo toda classe evangélica” disse certo leitor.Pelo contrário, na minha humilde compreensão eu diria que este debate é beneficiente para a cidadania, e abre precedente, para debatermos uma exploração mercadológica que permeia todas as religiões no Brasil.

Quem poderia imaginar que algum dia a religião seria exposta à luz da grande mídia? O problema veio átona, devido o aumento de sua concorrência. As promessas vão desde a cura de toda sorte de males; esperança para as encalhadas, prosperidade financeira, do emprego de carteira assinada e com a possibilidade de tornar-se empresário. Por conseqüência, as músicas gospel, e os cantores, surgem como formigas, e são contratados a peso de ouro para se apresentar nos megatemplos. Quem tem mais dinheiro poderá optar por lugares Vips, camarotes, ou os chamados abadeus. Em dias de casa lotada, os ritos são animadíssimos, há coreografias, danças, etc. A Igreja Católica quando percebeu que as igrejas evangélicas estavam em fase de crescimento entrou no mesmíssimo barco. Provavelmente, pensaram: É aqui que dá dinheiro!!! E agora os movimentos carismáticos estão de vento em poupa, apresentando o que há de melhor: seus padres, Pop Stars. Nos shows têm muita dança e gritos, muitos murmúrios de ALELUIA e muitos CDs VENDIDOS. Um êxtase total!! O faturamento deve estar na Estratosfera, bem pertinho do céu. 

Querido leitor, você já observou igrejas instalarem emissoras de rádio, TV, construir megatemplos em um passe de mágica? Pois saibam que tais empreendimentos saíram de setores do alto empresariado, os chamados acionistas da fé. Surge outra pergunta: De onde sai tanto dinheiro para ressarcir estes empréstimos? Dos dizimistas e ofertantes. Uma das profecias bíblicas vem arfando que, nos últimos dias, os homens, por amor ao dinheiro fariam das pessoas objeto de negócios com discursos fingidos. As profecias bíblicas são fidedignas, e, portanto, estamos no clímax de seu cumprimento. Cristo não deixará de aplicar uma punição muito mais severa contra os cambistas dos dias hodiernos do que àquela em Jerusalém quando chicoteou e expulsou os vendilhões e cambistas do Templo.

Diante de tantas irregularidades o Ministério Público passou abrir procedimentos investigativos contra líderes de determinadas igrejas, entre os quais, da Igreja Universal do Reino de Deus que foram denunciadas por estelionato, e "oferecimento de falsas promessas aos fiéis. Já o pastor Valdemiro líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, se tornou alvo de investigação por parte do Ministério Público Federal de Mato Grosso, recentemente.

O Ministério Público, como o guardião da lei precisa continuar inspecionando outras denominações no sentido de coibir novas modalidades coercitivas de exploração contra seus fiéis. Na Igreja Testemunhas de Jeová, por exemplo, há incentivo para que os fiéis façam “donativos voluntários”, (embora possuam este nome não têm nada de voluntários, pois, existe uma “pressão” por parte dos pastores (anciãos como são chamados) para que os adeptos façam suas contribuições. Mas existe outro tipo de “donativo conforme mostra a Sentinela de 1º de Dezembro de 1993: “Bens móveis e imóveis, contas correntes bancárias e de poupança, ou dinheiro, podem ser legados à STV – Sociedade Torre de Vigia, por meio de um testamento devidamente registrado em cartório...” Todo esse dinheiro arrecadado, proporciona a ampliação de seus parques gráficos, os mais modernos do mundo, e as construções de salões requintados num prazo de 30 dias. A Sociedade Torre de Vigia não gasta um centavo com mão de obra porque é feita pelos próprios fiéis. Observem: Balanço da STV na Casa de bilhões:http://extestemunhasdejeova.net/forum/viewtopic.php?f=16&t=11220&st=0&sk=t&sd=a

Na época em que a cidade de Jerusalém estava à beira de um colapso institucional, havia corrupção, imoralidade, violência por toda parte, sem contar com os profetas desonestos e egoístas. Apesar dos falsos profetas se esforçarem em dizer ao povo que a cidade estava em paz, Jeremias, o profeta verdadeiro, destemidamente alardeava: "'Eis que sou contra os profetas' é a pronunciação do SENHOR, 'aqueles que roubam as minhas palavras, cada um de seu companheiro." Os falsos profetas insultavam a Deus, por incentivar as pessoas a acreditarem numa irrealidade. Não é assim que está acontecendo hoje? Através do evangelismo midiático conseguem encantar os mais desprovidos de informação, e de assistência do Estado. Entre inúmeras promessas já citadas, eles incentivam: “Orem a Deus que tudo vai dar certo. Paguem a décima parte de seu salário e as ofertas alçadas que serão prósperos, e aqueles que se envolvem na política proclamam: "Seu voto pode mudar o país".

Os pastores se embruteceram, não buscaram a Deus e as ovelhas se espalharam diz a Bíblia. Contudo, o próprio DEUS os alerta: “Aí dos pastores que se apascentam a si mesmos. Eu mesmo apascentarei as minhas ovelhas; a perdida buscarei, a desgarrada tornarei a trazer, a quebrada ligarei, a enferma curarei; mas a gorda e a forte destruirei; apascentá-las-ei com julgamento”. (Os leitores já devem imaginar quem seria a ovelha gorda e a forte!)

“Porventura, quando o Filho do homem voltar, encontrará fé sobre a terra?" Indagou Cristo aos seus discípulos. Notadamente os líderes religiosos, preferivelmente, abandonaram uma proposta de salvação que Deus proporcionou a humanidade, e se inclinam em pregarem a teologia da prosperidade. Obviamente a safra está sendo colhida – descrença – violência – imoralidade e uma desconfiança nas instituições, tanto seculares, como no campo da religiosidade.

Não adianta se buscar abrigo em instituições quando estão em perigo. O sistema global de religiões se encontra em marcha acelerada para seu descrédito total. Após a decretação do dilúvio dos dias de Noé, Deus proporcionou uma embarcação para a salvação das pessoas. Um paradoxo profético: nos dias de Noé precisava-se da arca para as pessoas escaparem do dilúvio, hoje, Deus exorta a abandonarmos as arcas construídas sem a sua permissão que são as religiões. Se acatarmos o aviso, provavelmente, poderemos ser salvos. (Leia Apocalips 18: 4)

Desenvolva qualidades altruístas para com o próximo, leia sempre a Bíblia, pois ela mesma afirma: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará...” Ore a Deus pedindo discernimento para entendê-la, mediante a intercessão de Seu Filho – O Único Mediador entre Deus e os homens. Quando Cristo retornar dirá aos que praticaram o verdadeiro evangelho: “Vinde benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; Porque tive fome, e deste-me de comer; tive sede, e deste-me de beber; era estrangeiro, e hospedaste-me; estava nu, e vestiste-me; adoeci, e visitaste-me; estive na prisão, e foste ver-me.” (Mateus 25: 36 – 40) Lembre-se, todo o bem que fizer aopróximo, será como estivesse fazendo ao próprio Cristo. 

Em síntese, é (urgente), urgentíssimo, que os articulistas e formadores de opinião se inclinem a este assunto, bem como a sociedade em geral, pois o caso Valdemiro e Macedo é apenas a ponta do iceberg. O Estado Brasileiro também precisa intervir contra os excessos praticados por espertalhões que dominam psicologicamente os desprovidos sociais e arrancam-lhes todo o seu sustento. Quanto aos freqüentadores de religiões, eu diria: não se apavorem, atentem para o próximo periódico, quando abordaremos a temática: COMO EXERCER FÉ SEM OS LIMITES DA RELIGIÃO?
Share on Google Plus

About Eginoaldo Oliveira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

Breaking News