Reinaldo Azevedo defende o pastor Silas Malafaia em coluna na "Veja"

O jornalista Reinaldo Azevedo defendeu, por meio de dois posts no site da revista Veja, o pastor Silas Malafaia, acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de incentivar a violência contra homossexuais na TV.

“O Ministério Público viu na sua fala incitamento à violência!!! Ah, tenham paciência, não é? O sindicalismo gay tem de distinguir um “pau” que fere de um “pau” metafórico — ou “porrete”. Alguém, por acaso, já viu católicos nas ruas, em hordas, a agredir pessoas?”, escreveu Azevedo.De acordo com o portal Folha do Sertão do último domingo (8/4), a polêmica começou em julho do ano passado com um vídeo em que o pastor critica a atitude dos organizadores da Parada Gay de São Paulo de ridicularizarem os santos católicos. As expressões utilizadas por Malafaia foram interpretadas como homofóbicas e geraram diversos processos.

Em outro texto, o jornalista critica também os organizadores do evento. “Militância em favor dos direitos dos homossexuais é uma coisa; perverter imagens religiosas, emprestando-lhes um sentido erótico que não têm, é coisa de tarados. Se a Justiça nada pode, então é o caso de convocar a medicina.”

“A ‘cristofobia’ é hoje uma realidade inconteste. A homofobia existe? Sim! Tem de ser coibida? Tem! Mas nem as vítimas desse tipo de preconceito têm o direito de ser ‘cristofóbicas’!”, disse o jornalista.

Fonte: Portal Imprenssa
Share on Google Plus

About Eginoaldo Oliveira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

Breaking News