"Rei Davi" chega ao fim após liderar a audiência por 20 vezes

Chega ao fim nesta quinta-feira (3), às 23h15, a série bíblica "Rei Davi", da Record. Escrita por uma autora cristã, Vivian de Oliveira, o programa foi tão bem de audiência que alcançou o primeiro lugar mais de 20 vezes. 

Em entrevista ao UOL, Vivian disse que está feliz com os resultados de audiência e a repercussão de seu trabalho junto ao público.

"Deu bastante trabalho, foi ótimo escrever essa historia, ela é complexa, foi um ano e meio de preparo, de pesquisa. Escrevendo, reescrevendo. Toda essa repercussão é maravilhosa e saber que fomos líderes de audiência é a coroação do trabalho de uma grande equipe”, elogiou a autora.

Leonardo Brício, que interpretou o rei Davi na trama, também falou sobre o sucesso de seu papel. “Viver Davi foi um grande presente, daqueles momentos da vida que ficarão guardados para sempre dentro de mim. Para o público, fica eternizado um trabalho que tenho muito orgulho, pois foi feito com muito suor, sangue, dedicação e paixão”, afirmou o ator.

A minissérie chegou a liderar o horário no qual era exibida por mais de vinte vezes, teve seu pico de audiência em São Paulo no dia 23 de fevereiro, com 16 pontos contra 10 da Globo. No mesmo dia, no Rio de Janeiro, marcou 21 pontos contra 14 da Globo.

Com 30 capítulos, "Rei Davi" foi uma releitura de Vivian e sua equipe de colaboradores sobre a passagem bíblica de Davi, um jovem que nasceu pobre, virou rei e libertou seu povo. A autora explicou por que, em sua opinião, a minissérie agradou tanto o público.

“São vários fatores que envolvem o público. A história por si só é forte, é rica. Os personagens são muito humanos, cheios de sombras e luzes, ou seja, qualquer um de nós é nobre, mas ao mesmo tempo comete erros e está pronto para recomeçar uma nova etapa”, destacou.

Vivian também elogiou a direção-geral da novela, assinada por Edson Spinello. A autora elogiou o trabalho do diretor e afirmou que ele acertou em cheio a partir do que ela escreveu.

“A direção do Spinello foi caprichosa, os cenários, a história estava tudo no ponto. Tudo para que pudéssemos recriar aquela época e dar a noção do que de fato acontecia”, disse.

A autora revelou ainda que se aproximou ao máximo da língua coloquial para deixar a trama mais acessível ao público da emissora, mas não utilizou gírias. “Tratei de uma história muito remota, apresentei um português bem próximo ao nosso, nada que fosse um empecilho para o entendimento do público, mas sem gírias, algo para que até os leigos que não têm contato com a bíblia pudessem entender”, disse ela, que afirmou ser cristã e frequentar a Igreja Batista.

Uma das preocupações de Vivian era que nada fosse deturpado nem ficasse fora do contexto. “A continuidade foi um grande desafio. Davi passa por muitos eventos, sua história é retratada dos 17 aos 70 anos, os capítulos são muito ágeis. Sei de gente que foi na bíblia para acompanhar a história e viu que tudo estava batendo. Fiquei feliz com o resultado”, afirmou a autora.

Agora, ela já se concentra em seu novo trabalho, que deve ir ao ar no ano que vem. Desta vez, Vivian vai contar a história de outro personagem bíblico: José, do Egito, que era filho de Jacó e se tornou governador do Egito. O projeto já tem nome: "História de José".

Fonte: Aquidauana news
Share on Google Plus

About Eginoaldo Oliveira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

Breaking News