Marco Feliciano pede desculpas por declarações contra os católicos

Depois da polêmica com declarações contra os católicos durante um culto de cerca de uma década atrás, o deputado e pastor Marco Feliciano pediu desculpas através de seu Twitter.

“Peço a todos os que se sentiram ofendidos com minhas palavras antigas que me perdoem. Estamos numa luta maior e mais séria. Um abraço”, escreveu ele, na última sexta-feira.

Marco Feliciano citou a passagem de Paulo para explicar sobre o amadurecimento de sua fé. “Qdo eu era menino, falava como menino... discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem acabei com as coisas de menino. 1 Co 13:11”.

“Muita coisa que falei no passado, hoje, com a maturidade que tenho, falaria de outra forma”, esclareceu.

No vídeo polêmico que começou a ser recentemente divulgado na Internet, Marco Feliciano diz que um católico não pode ter a mesma experiência com Deus que os evangélicos têm.

"Eu conheço o Deus de Paulo (São Paulo). Não é o Deus dessa religião morta e fajuta em que você está. Se há algum católico entre nós aqui, o que eu duvido muito, mas, se tiver, deixa eu explicar uma coisa. Primeiro: você não pode sentir aquilo que nós sentimos sem experimentar o Deus que nós sentimos. 'Não, pastor, não, pastor, mas eu sou carismático. Eu até aprendi a falar em línguas, colocaram uma fita no rádio e eu decorei.' Esse avivamento é o avivamento de Satanás”, afirmou ele em um culto.

Marco Feliciano confessou que há diferenças entre as duas vertentes cristãs – católicos e evangélicos protestantes. Mas, segundo ele, uns devem perdoar aos outros. Ele também disponibilizou no seu Twitter um vídeo em que um padre ofende os protestantes. “Mas é passado, perdoamos e pronto.”

“Hj evangélicos e católicos, mesmo divergindo em alguns aspectos, estamos juntos na luta contra a imoralidade e o aborto.”

“Como cristãos pedimos perdão e perdoamos. E seguimos em frente!”

O pastor e deputado vem sofrendo grande oposição depois de sua nomeação para presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara (CDHM). Ele foi constantemente alvo de acusações de racismo e homofobia.

Vídeos antigos de pregações de Marco Feliciano começaram a ser divulgados na internet, visivelmente para desestabilizar o deputado em sua posição.

Os vídeos são normalmente editados, contendo apenas as partes polêmicas e alguns subtítulos.

Segundo Marco Feliciano, há um grupo que insiste em tentar dividir os cristãos. Ele claramente se refere aos líderes defensores da causa LGBT no país, que são considerados seus maiores opositores e vem realizando diversos protestos contra ele.

“Vivo em outro tempo. Querem destruir a imagem dos evangélicos.”

Para Feliciano, é uma covardia pegarem vídeos de 10 ou até 14 anos atrás para lhe ridicularizarem.

Marco Feliciano se diz perseguido por suas crenças religiosas, tendo suas opiniões consideradas homofóbicas por sua posição contra o homossexualismo. O deputado também nega ser racista, sendo filho de uma negra.

Fonte: Christian Post
Share on Google Plus

About Eginoaldo Oliveira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

Breaking News