MP denuncia senador e pastor Silas Malafaia por propaganda eleitoral antecipada

O Ministério Público Eleitoral do Rio de Janeiro denunciou o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) e o pastor Silas Malafaia por propaganda eleitoral antecipada. O processo surgiu após a publicação de um vídeo, pelo site da VEJA, em que o pastor ora pelo senador em um culto da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo. Lindbergh é o candidato do PT ao governo do Rio de Janeiro. Com a ação, o MP espera receber entre 5 000 e 25 000 reais.

No culto, realizado em outubro, Silas Malafaia chama o candidato ao governo do RJ para subir ao altar, o elogia e em seguida pede para toda a plateia orar por Lindbergh e sua família. Ele ainda brinca ao dizer que a oração é '0800'. Antes o pastor lembrou que o senador o defendeu quando ativistas LGBT o acusaram de homofobia em 2012. 

“Tirando Magno Malta somente o senador Lindbergh Farias subiu na tribuna em minha defesa”, comentou. “Quem sabe não estou orando pelo futuro governador”, brincou o líder religioso. “Senhor, eu quero abençoar a vida do senador Lindemberg e a sua família, tu conheces seu coração, conheces todas as coisas , que ele seja a benção para o povo, que ele seja a benção para a nação...”, pediu em oração. 

Quando soube da ação o pastor Silas Malafaia reclamou no Twitter: “Absurdo! Orar por autoridade virou propaganda eleitoral. A piada do ano! Ministério Público Eleitoral quer me multar por ter orado por Senador.”

Fonte: dm.com.br
Share on Google Plus

About Eginoaldo Oliveira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

Breaking News