Irmãos são indiciados por morte de evangélico e balear mulher grávida

O delegado Lucimério Campos, da delegacia de Homicídios da Capital (DH), informou nessa quarta-feira (7), que concluiu o inquérito policial sobre o assassinato do evangélico Rafael Santos de Oliveira e que apontou dois irmãos como responsáveis pelo crime.

De acordo com o delegado, no dia 20 de abril deste ano, foram presos por porte ilegal de arma de fogo os irmãos Wanderson Williams Nascimento da Silva e Wemerson Nascimento da Silva e, após o fato ser noticiado pela imprensa local, denúncias chegaram a polícia que apontavam os irmãos como sendo as pessoas envolvidas em diversos homicídios, na região das Piabas, no bairro do Jacintinho.

Após serem ouvidos pelo delegado, os irmãos foram indiciados pelo crime vitimou Rafael Santos e que feriu a tiros a sua esposa, que estava grávida.

O casal foi atingido por diversos disparos de arma de fogo, após retornarem da igreja Assembleia de Deus, na porta de sua residência.

Dois dias antes, o casal recebeu a notícia de que teria o primeiro filho. Mesmo sofrendo diversos ferimentos à bala no momento do atentado, a gestante sobreviveu, mas aguarda cirurgia para retirar o projétil alojado no joelho e que tem dificultado sua locomoção. Ela reconheceu por fotografia os indiciados como autores do crime.

Segundo as investigações realizadas pela equipe de policiais civis da Área Integrada de Segurança Pública 5 (AISP5), a motivação do crime seria um desentendimento entre a vítima e os acusados, que levou os irmãos a planejar e executar o homicídio e a tentativa de assassinato. 

Concluído o inquérito, a autoridade policial representou pela prisão preventiva dos irmãos indiciados, que foi acolhida pelo o juiz John Silas, da 8ª Vara criminal. O mandado de prisão já foi cumprido pelos policiais da DH da Capital.

A mesma dupla foi ainda indiciada e presa pelo homicídio de Luiz Paulo Cândido, crime ocorrido em fevereiro de 2014, também no Jacintinho.

Há ainda contra Wanderson Williams a sua confissão de que foi ele quem atirou e matou Gustavo Henrique de Souza Waki, crime ocorrido durante o feriado da Semana Santa deste ano, em uma casa de festas na Via Expressa.

Neste caso, o delegado ainda colhe depoimentos de outras pessoas e determinou algumas diligências imprescindíveis ao fechamento do caso.

Como os irmãos foram presos em flagrante de porte ilegal de arma de fogo, sendo uma das armas apreendidas (uma pistola de calibre .40) furtada de um policial e pertencente à Secretaria de Defesa Social (SEDS), o delegado requisitou exame balístico, a fim de verificar se elas foram utilizadas nesses diversos homicídios apurados.

A Delegacia de Homicídios, que é coordenada pelo delegado Cícero Lima, aguarda o laudo do Instituto de Criminalística.

Fonte: Tribuna Hoje
Share on Google Plus

About Eginoaldo Oliveira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

Breaking News